Arquivo da tag: Música de Ruiz.

Tudo Levantado

É com orgulho que essa humilde Taverna anuncia o sucesso do Primeiro Levante de Música Curitibana, que teve início no final do outono e começo do inverno na fria Curitiba. Esse Levante foi capaz levantar o astral dos curitibanos, quebrar o gelo e diminuir a neblina que havia sobre a música autoral na cidade.

A Taverna Filosófica acompanhou a evolução desse movimento e deixou claro, por meio de textos e vídeos, que a união faz a força. Clichê? Não. O coletivo nunca será um clichê, porque é com diversidade de ideias e unindo forças que é possível alavancar a cultura, seja ela em micro ou macro escala.

Quando colocamos em pauta o cenário autoral da cidade de Curitiba, pensamos que esta seria apenas um exemplo de descaso das autoridades com o potencial artístico de uma comunidade, por não apresentar espaços e abrir portas para a divulgação da arte. E fomos surpreendidos. Não pelas autoridades, mas pelo coletivo. Continue lendo


A cada semana uma surpresa, um Levante!

Num primeiro momento, foi discutida nessa Taverna a relação da música curitibana com o espaço artístico na cidade, com o post “A música independente que causa dependência”. Num segundo momento, o desenvolvimento de um espaço artístico como resposta à cidade, com o post “Levante-se, não fique fora da Casinha!. Agora trago os resultados parciais mostrando que a arte se espalha exponencialmente, a cada clique.

O esforço gerou resultados, resultados que reforçam a qualidade desse processo criativo embalado por um movimento. Compareci e vi de perto essa produção organizada e surpreendente, mostrando pinceladas de arte para um público misto: crianças, adolescentes e adultos, vindos de todos os cantos, tanto de ônibus, de carro, quanto de bicicleta.

Foto: Daniela Carvalho

Continue lendo