Arquivo da tag: Filosofia

Filosofia ao leite

Voltei para passear na casa dos meus pais e encontrei parte de mim, como se eu entrasse no DeLorean do filme De Volta Para o Futuro e abraçasse a pequena Tatita, já nerd e filósofa, mas que só bebia leite com Toddy. Essa tal nerdisse filosófica ao leite transbordava por papéis, em forma de desenhos e palavras que, de certa forma, representa e justifica quem sou.

Encontrei vários textos, alguns engraçados e outros sérios, mas puros; com palavras que não eram escolhidas propositalmente, sem metáforas, sem analogias, apenas que revelavam a maneira de pensar de uma criança de 7 a 9 anos.

A pequena Tatita

Não sou psicóloga, mas sempre quando vejo alguma criança desenhando, escrevendo ou lendo si-la-bi-ca-men-te um quadrinho, vejo plantar a semente da arte, arte de SER. Um desses textos que encontrei falava sobre liberdade. O que uma criança de 8 anos entende por liberdade? É. Por isso me chamou a atenção. Continue lendo

Anúncios

A chave para o coração de uma mulher

Eu acho seguro dizer que quase todo mundo no planeta já se feriu em algum relacionamento passado.  Se você ainda não viveu isso, você irá, em algum ponto. Acontece; quebrar o coração. E pode ser tanto numa relação amorosa, como em uma amizade ou sociedade. Isso não acontece apenas na categoria “relacionamentos amorosos”, apesar de que na maioria das vezes é aí mesmo que está o problema.

Hoje eu quero falar sobre confiar no outro após se  ter sofrido uma desilusão amorosa.

Eu acho importante estar presente e ser consistente – estar LÁ para quem você ama. Eu acho que uma das coisas mais valiosas do mundo é o coração de quem se ama. E acredito que é parte do amor tomar cuidado para que o coração da pessoa amada não se quebre.

Quantos de vocês se feriu no passado? Meu palpite é que a maioria de vocês já experimentou isso, se não todos. Por isso, é vital que entendamos uma coisa: as pessoas protegem os seus corações.


O grande enigma

Quem somos?

Por que estamos aqui?

Para onde vamos?

Eis o grande enigma de nossa vida!


Presente?

O segredo da saúde da mente e do corpo está em não lamentar o passado, em não se afligir com o futuro e em não antecipar preocupações mas está no viver sabiamente e seriamente o presente momento. Budda

Sim, o agora é um enorme PRESENTE! E sim, muitos de nós estão constantemente desperdiçando esse presente. Sim, muitos de nós estão com a mente focada em distrações irrelevantes; localizadas seja no passado, seja no futuro.

“Mas os momentos felizes não estão escondidos, nem no passado, nem no futuro!” cantou Marina (e nós todos, com ela).

O “X” do problema: desejo. Geralmente, queremos da vida apenas os presentes que escolhemos querer e rejeitamos muitos dos que nos são dados sem termos imaginado com antecedência. Perdemos a criatividade para conseguir receber surpresas do além. Perdemos a versatilidade de fluir como um rio pelos obstáculos naturais da vida: subindo, quando é a devida hora e também, descendo, quando assim é exigido pelo tempo.

Estamos muito arrogantes a respeito de a capacidade de nosso intelecto reger a nossa vida. O intelecto quer nos fazer crer que “somos o que pensamos”. Superemos, pois, o cartesianismo. Somos o que somos, isso sim. Tenham compaixão! Comecem, amando, de maneira fraterna e humana, aquelas partes imperfeitas de si mesmo, que merecem todo amor e perdão. Em seguida, expanda esse amor, para amar esse mesmo aspecto no outro de maneira absolutamente desinteressada.

Pois o maior benefício do amor, é amar!

Não deixe o seu presente passar, nas águas fluidas do aqui-agora. Agarre essa oportunidade e venha nessa aventura, sem medo dos desafios próprios da viagem. De todo jeito, haverão perdas e ganhos. Escolha aceitar essa natureza transitória da vida, aprendendo a ter gratidão por tudo (tudo mesmo) que a vida traz; e traga ainda HOJE o melhor de si, a partir da situação em que se apresenta!

Acredite, você pode ser o que sonhar se acreditar que tudo é PERFEIÇÃO, principalmente o que parece imperfeito!

“O Plano para a sua vida é perfeito… Mesmo que você não consiga enxergar assim… Abra-se e veja o hoje com novos olhos”. Mastin Kipp

E vamos confiar na vida! 😉