Ação

Segundo o dicionário:

1. Ato ou efeito de agir.
2. Tudo o que se faz. = ato.
3. Manifestação de uma força.
4. Operação de um agente.
5. Maneira de atuar.
6. Movimento.
7. Influência.
8. Combate.
9. Desenvolvimento das peripécias do drama ou do romance.
10. Demanda.
12. Gal. Calor, veemência.
Relig. ação! de graças: agradecimento ou louvor a Deus ou a um santo.
  Agir é viver plenamente. Não agir é a forma de negar a vida. É sentar em frente à televisão todos     os dias por muitas horas porque você tem medo de estar vivo e assumir o risco de expressar  quem é. Agir significa expressar quem você  é. Pode ter muitas idéias na cabeça. Sem a ação  depois de uma idéia não existe manifestação, nem resultados ou recompensas.
 Um bom exemplo disso vem da história de Forrest Gump, ele não tinha grandes idéias, mas agia.  Era feliz porque sempre se entregava a tudo que fazia. Era ricamente recompensado sem esperar  nenhuma recompensa. Assumir a ação é estar vivo. É assumir o risco de sair e expressar seu  sonho. É diferente de impor seu sonho aos outros. Porque todos têm o direito de expressar seu  próprio sonho.
 Fazer o melhor é um grande hábito para ser cultivado. Faço o melhor em tudo o que realizo e  sinto. Esse comportamento tornou-se um ritual  em minha vida porque quis que fosse assim. É  uma crença como qualquer outra que escolhi acreditar. Tomar banho é um ritual para mim. Com essa ação digo ao meu corpo o quanto gosto dele. Faço meu melhor para preencher as minhas necessidades corporais. Faço o melhor para dar ao meu corpo e receber o que ele tem a me dar.
Deus é vida. Deus é vida em ação. A melhor forma de dizer “Amo você Deus” é deixar o passado de lado e viver o momento presente, aqui e agora. Qualquer coisa que a vida tome de você deixe que vá. Quando você se rende e dá adeus ao passado, permite a si mesmo estar plenamente vivo no momento presente. Deixar o passado para trás significa que você pode aproveitar o sonho que está acontecendo agora.
(Retirado do Livro Os quatro compromissos)
Anúncios

Sobre Carla Oliveira

Uma parte de mim pesa, pondera: outra parte delira. Uma parte de mim é só vertigem:outra parte, linguagem. Traduzir-se uma parte na outra parte - que é uma questão de vida ou morte - será arte? Ver todos os artigos de Carla Oliveira

Cachaceiro, sinta-se a vontade para deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: