Arquivo do mês: maio 2011

Alma tatuada

Adoro as sincronicidades de todo dia. Estava eu perambulando pelo centro da cidade e tive o palpite de “mudar a minha rota”. Faço isso direto. Sofro seriamente de dispersão aguda. É que eu estava com uma certa vontade de modificar pequenos detalhes em minha tatuagem, pois, com o passar do tempo, o sentido que eu atribuía a ela acabou ficando ultrapassado. Eu já tinha uma certa noção do que estava querendo, apesar de não ter nada claro em mente.

Fui até o studio de tatuagem do Rovilsom. Eu não o conhecia pessoalmente. Falei com ele sobre o que estava pensando e as sugestões que ele me deu acabaram se mostrando bastante interessantes. Gostei da proposta; senti que ele entrou em sintonia com o que eu estava buscando e, de repente, resolvi fazer a mudança que, até então, era apenas uma hipótese; se antes eu estava pensando “quem sabe”, saí de lá com um enorme “com certeza” em mente.

Continue lendo

Anúncios

A música independente que causa dependência

Na última semana foi impossível não notar a boa audiência da oração dos curitibanos por uma música melhor. Em poucos dias a música curitibana “Oração” da Banda Mais Bonita Da Cidade soava como uma oração coletiva nas principais redes sociais, nos jornais e em sites de notícias nacionais, uma epidemia musical. Além de “Oração”, percebe-se em outras composições o amor pela música e a construção de canções para que estas não voltem, mas se espalhem, como a “Canção para não voltar”.

Continue lendo


O Rock (afoga-se) in Rio

Há anos o rock “afoga-se” no Rio de Janeiro. Um evento que abre as portas do Brasil para artistas internacionais se aconchegarem e nacionais se reafirmarem, não representa mais o rock and roll nacional e internacional.  Analisando a história do evento no Brasil (visto que o evento também ocorreu nas últimas edições em Lisboa e Madrid), nota-se uma ironia com o nome do evento, as bandas e o público. O Rock in Rio teve início na década de 80, um evento com um título claro e expressivo, ótimo para reforçar o espírito dinâmico do rock numa época que o Brasil cantava por democracia.

Na 1ª edição, em 1985, 28 bandas tocaram para 1.380.000 pessoas, contagiando o Brasil e o mundo. Como atrações internacionais – AC-DC, All Jarreau, B’52, George Benson, Go Go’s, Iron Maiden, James Taylor, Nina Hagen, Ozzy Osbourne, Queen, Rod Stewart, Scorpions, White Snake e Yes – e nacionais – Alceu Valença, Barão Vermelho, Blitz, Eduardo Dusek, Elba Ramalho, Erasmo Carlos, Gilberto Gil, Ivan Lins, Kid Abelha, Lulu Santos, Moraes Moreira, Ney Matogrosso, Paralamas do Sucesso, Pepeu Gomes e Rita Lee. Não era puro rock, mas era um evento ainda prematuro, apenas procurava uma identidade musical para o Brasil.

Continue lendo


A chave para o coração de uma mulher

Eu acho seguro dizer que quase todo mundo no planeta já se feriu em algum relacionamento passado.  Se você ainda não viveu isso, você irá, em algum ponto. Acontece; quebrar o coração. E pode ser tanto numa relação amorosa, como em uma amizade ou sociedade. Isso não acontece apenas na categoria “relacionamentos amorosos”, apesar de que na maioria das vezes é aí mesmo que está o problema.

Hoje eu quero falar sobre confiar no outro após se  ter sofrido uma desilusão amorosa.

Eu acho importante estar presente e ser consistente – estar LÁ para quem você ama. Eu acho que uma das coisas mais valiosas do mundo é o coração de quem se ama. E acredito que é parte do amor tomar cuidado para que o coração da pessoa amada não se quebre.

Quantos de vocês se feriu no passado? Meu palpite é que a maioria de vocês já experimentou isso, se não todos. Por isso, é vital que entendamos uma coisa: as pessoas protegem os seus corações.


Thor, um viking imortal.

A especulação sobre universos paralelos continua, mas agora ilustrada por um cenário baseado no Universo da Marvel. Considerando que os quadrinhos que compõem a estante da minha sala não são meus, talvez minha opinião seja tendenciosa ao falar do Deus do Trovão.

Thor é um daqueles filmes constituídos por um universo mitológico-científico com certa pitada de realidade terrena. Um “viking” imortal cheio de esteroides e mais atrelado à tecnologia forma a figura de Thor o herói que vive em Asgard, uma cidade de um universo nórdico solto no tempo e no espaço. Conectada com a Terra, a cidade de Asgard precisa ser protegida dos Gigantes do Gelo e, visto este perigo, há anos tem a defesa de Odin o “Pai de Todos” – principalmente pai de Thor e Loki – o qual representa muito bem a figura sábia paterna.

Fonte: IMDB

Continue lendo


Ação

Segundo o dicionário:

1. Ato ou efeito de agir.
2. Tudo o que se faz. = ato.
3. Manifestação de uma força.
4. Operação de um agente.
5. Maneira de atuar.
6. Movimento.
7. Influência.
8. Combate.
9. Desenvolvimento das peripécias do drama ou do romance.
10. Demanda.
12. Gal. Calor, veemência.
Relig. ação! de graças: agradecimento ou louvor a Deus ou a um santo.
  Agir é viver plenamente. Não agir é a forma de negar a vida. É sentar em frente à televisão todos     os dias por muitas horas porque você tem medo de estar vivo e assumir o risco de expressar  quem é. Agir significa expressar quem você  é. Pode ter muitas idéias na cabeça. Sem a ação  depois de uma idéia não existe manifestação, nem resultados ou recompensas.
 Um bom exemplo disso vem da história de Forrest Gump, ele não tinha grandes idéias, mas agia.  Era feliz porque sempre se entregava a tudo que fazia. Era ricamente recompensado sem esperar  nenhuma recompensa. Assumir a ação é estar vivo. É assumir o risco de sair e expressar seu  sonho. É diferente de impor seu sonho aos outros. Porque todos têm o direito de expressar seu  próprio sonho.
 Fazer o melhor é um grande hábito para ser cultivado. Faço o melhor em tudo o que realizo e  sinto. Esse comportamento tornou-se um ritual  em minha vida porque quis que fosse assim. É  uma crença como qualquer outra que escolhi acreditar. Tomar banho é um ritual para mim. Com essa ação digo ao meu corpo o quanto gosto dele. Faço meu melhor para preencher as minhas necessidades corporais. Faço o melhor para dar ao meu corpo e receber o que ele tem a me dar.
Deus é vida. Deus é vida em ação. A melhor forma de dizer “Amo você Deus” é deixar o passado de lado e viver o momento presente, aqui e agora. Qualquer coisa que a vida tome de você deixe que vá. Quando você se rende e dá adeus ao passado, permite a si mesmo estar plenamente vivo no momento presente. Deixar o passado para trás significa que você pode aproveitar o sonho que está acontecendo agora.
(Retirado do Livro Os quatro compromissos)

Universo Paralelo

A especulação sobre outros mundos sempre esteve presente em nossas vidas, principalmente em nossas concepções sobre as escolhas. Falar sobre tais mundos alternativos é um assunto que sempre gera polêmica, principalmente numa Taverna, numa roda de amigos.

Durante a nossa jornada, em algum momento, já pensamos sobre a possibilidade de um (ou mais de um) universo paralelo, embora alguns interpretem de forma mais religiosa ou espiritual e outros analiticamente se apeguem às questões científicas que envolvem o assunto.

Julgar qual é a melhor vertente é precipitar-se, pois a reflexão que nos esclarece vai muito mais além das suposições porque está ligada com a ideia do “donde vim e para onde vou”. Optar por uma dessas vertentes não significa anular outras, significa escolher quais as histórias que melhor te convencem.

Sempre gostei de mergulhar na história da humanidade, desde quando essas histórias eram contadas por professores como contos, nos primeiros anos do colégio. Desde a antiguidade, o homem se prende à imaginação de como seriam outros mundos, uma mistificação envolvente que questiona o mundo que vivemos e um mundo pressuposto. Como arquiteta, afirmo que não era à toa que os egípcios se preocupavam mais com seus túmulos do que com suas próprias casas, quando acumulavam riquezas para aproveitá-las apenas num mundo desconhecido que só conheceriam após a morte.

Esse pensamento sobre universos alternativos, no entanto, acompanha a humanidade com as descobertas científicas, um assunto capaz de nos encantar de várias formas, muitas delas através da literatura, do cinema e da TV, direcionadas tanto à espiritualidade quanto à ciência.

Continue lendo